close

Produção Cultural

Produção CulturalSuper Novas

Sinewave promove festival no Z Carniceria

Sinewave Fest no Z – baixa 2

Evento reúne Macaco Bong, Huey e The Tape Disaster durante a Z(te) Mostra, dia 31 de março

A música instrumental vai estar bem representada na noite de sexta-feira (31), no Z Carniceria, com o primeiro festival do selo e produtora Sinewave em 2017.

Tornando-se uma tradição no calendário do selo, os festivais apresentam as variadas linguagens musicais dentro da Sinewave, que vão do post-rock ao shoegaze e englobam toda e qualquer vertente da Música Torta. Experimentalismo, virtuose, sinfonias barulhentas, peso e dissonância somam ao pacote, principalmente ao vivo, e é o que não vai faltar na apresentação que junta Macaco Bong (MT), Huey (SP) e The Tape Disaster (RS). Da guitarra afro aos acordes de um bom heavy metal setentista, a noite vai ser especial para quem procura técnica mas não dispensa um improviso.

O trio Macaco Bong, formado em Cuiabá (MT), em 2002, firmou-se como um dos maiores com sua trajetória e discografia. Trabalhando para divulgar o último álbum, chamado apenas de Macaco Bong, o repertório da apresentação tem faixas deste novo trabalho e versões para músicas do Nevermind, álbum do Nirvana, que o grupo tem executado ao vivo desde o ano passado. Huey, quinteto paulistano, mostra algumas da estreia Ace (2014), o single de 2016 “Adeus Flor Morta” e algumas inéditas, presentes no novo álbum, com previsão de lançamento no segundo semestre. Já The Tape Disaster vem estrear o novíssimo Oh! Myelin, em São Paulo. Marcado para ser lançado no dia 24/março, este é o primeiro álbum cheio dos gaúchos, que já contam com dois EPs e um single lançado entre 2011 e 2016.

Além de uma noite para contemplar a diversidade de estilos do Nacional Instrumental, esta edição do Festival Sinewave também serve para colocar em vitrine a produção musical espalhada pelo Brasil.

(Arte por Alexandre Palacio)

Serviço:

Festival Sinewave com Macaco Bong, Huey e The Tape Disaster

Sexta-feira, 31 de março

Z Carniceria | Av. Brigadeiro Faria Lima, 724 – Pinheiros | São Paulo (SP)

Horário: A partir das 22h

Ingressos: R$15 (antecipado) | R$25 (porta) | venda online
Sinewave: Produtora e selo, a Sinewave tem um extenso catálogo de lançamentos construído desde 2008. Apostando nas linguagens instrumentais, experimentais e barulhentas, mais de 80 bandas e artistas somam quase 170 álbuns lançados por eles. Contato: sinewave@sinewave.com.br

leia mais
Produção CulturalSuper Novas

Vitché, Jana Joana e Leonardo Eidi abrem exposição durante o 5º Festival Trespraum

mural-vitche

Anualmente, o Festival Trespraum reúne música, arte e gastronomia em evento gratuito sediado na Associação Cultural Cecília (SP). Para esta edição, as artes visuais ficam com os renomados Vitché, Jana Joana e Leonardo Eidi.

o-circo-da-vida-gravura-de-jana-joana

(“O Circo da Vida”, de Jana Joana)

Entre gravuras, fotos, peças em madeira e muita criatividade, o trio inaugura exposição com trabalhos diversos e artigos inéditos. Vitché vem mostrar a assinatura que o faz conhecido internacionalmente com pinturas, gravuras e outras linguagens, como suas famosas esculturas. Jana Joana e Leonardo Eidi – ela, desenhista e pintora, ele, fotógrafo – trazem exposição de gravuras e fotos com temas sobre a consciência e a sabedoria.

vitche

(Escultura em madeira, de Vitché)

O Trespraum ainda traz programação com 8 shows, bazares da Casa de Pandora, feira de cervejas artesanais, foodtrucks e espaço kids (com monitores).

O 5º Festival Trespraum é uma realização da Associação Cultural Cecília com co-realização de Movimento Cervejeiro e Cervejaria Guerrilha!.

trespraum-201-arte-pedro-gesualdi

(Arte: Pedro Gesualdi)

:: Programação ::

11h – início

13h – Música de Selvagem

14h05 – René Ferrer

15h10 – Brastislava

16h20 – Emicaeli

17h10 – Patife Band

18h40 – Elephant Run

19h50 – Show surpresa

21h – Autoramas

22h – encerramento

:: Serviço ::

5º Festival Trespraum

Com: shows, feira de cervejas, foodtrucks, espaço kids, bazares, artes visuais

Sábado, 10 de dezembro

Associação Cultural Cecília

Rua Vitorino Carmilo, 449

Santa Cecília – São Paulo (SP)

Gratuito

Das 11h às 22h

Mais informações aqui.

leia mais
Produção CulturalSuper Novas

5º Festival Trespraum reúne música, artes e gastronomia em evento gratuito

trespraum-201-arte-pedro-gesualdi

O Trespraum faz parte do calendário anual da Associação Cultural Cecília e é realizado gratuitamente na rua. Marcado para 10 de dezembro (sábado), a edição 2016 tem co-realização do Movimento Cervejeiro, coletivo que traz feira de cervejas artesanais com alta diversidade de títulos nacionais.

O palco é vitrine para artistas e bandas que se apresentaram durante o ano e recebe os shows de Autoramas, Patife Band, Emicaeli, Bratislava, Elephant Run, René Ferrer e Música de Selvagem. A escalação ainda tem um show surpresa, a ser anunciado no dia do festival.

autoramas-foto-jens-keller

(Autoramas faz show com nova formação. Foto: Jens Keller)

Bazares com curadoria da Casa de Pandora, foodtrucks e espaço kids (com monitores durante todo o evento) fazem parte da programação. Privilegiando também as artes visuais, o Trespraum traz os artistas plásticos Jana Joana, Vitché e Leonardo Eide Hocoya em intervenções ao vivo e exposições.

O 5º Festival Trespraum é uma realização da Associação Cultural Cecília com co-realização de Movimento Cervejeiro e Cervejaria Guerrilha!.

trespraum-201-arte-pedro-gesualdi

(Arte: Pedro Gesualdi)

Serviço:

5º Festival TrespraUm

Com: shows, feira de cervejas, foodtrucks, espaço kids, bazares, artes visuais

Sábado, 10 de dezembro

Associação Cultural Cecília

Rua Vitorino Carmilo, 449

Santa Cecília – São Paulo (SP)

Gratuito

Das 11h às 22h

leia mais
Produção CulturalSuper Novas

Giallos apresenta álbum Amor Só de Mãe no Sesc Pompeia

giallos-lenin-sesc-pompeia-arte-zumbidor

Amor Só de Mãe é o segundo álbum de estúdio do Giallos, trio punkblues de Santo André. Contundente, o disco arrancou palavras de admiração por conta da sagacidade das canções, audácia das letras e shows explosivos.

Episódios musicados sobre controvérsias políticas, morais e das relações pessoais, o disco tem pouco mais de 30 minutos e resume, em peso e fúria, um fardo pós-moderno: ser consciente da ludibriação dos meios e do sistema e estar sufocado por uma opressão disfarçada de democracia.

giallos-credito-fabio-zerbini

(Foto: Fabio Zerbini)

De viés sociológico e histórico, Giallos leva para o Sesc Pompeia o set de Amor Só de Mãe e um adendo com a peça “Lenin”, baseada num conto de mesmo nome do escritor Jairo Costa e encenada pelo Nucleozonaautônoma, coletivo teatral também de Santo André.

“Lenin” tem contexto político e trata da tentativa de um homem que quer voltar ao passado para reivindicar sua juventude desperdiçada perante um sindicato em São Bernardo do Campo. A narrativa da peça se desenvolve junto ao repertório da banda, intercalando roteiro com música e dando dinâmica à apresentação.

Giallos Lenin é uma prova de resistência artística e criativa. Em tom subversivo, este espetáculo é um ato transgressor e formulado para mentes pensantes.

giallos-lenin-sesc-pompeia-arte-zumbidor

(Arte: Zumbidor)

Amor Só de Mãe foi lançado em abril pelo selo Transfusão Noise Records (RJ). Giallos é Claudio Cox (voz, cassiotone, theremin), Luiz Eduardo Galvão (guitarra) e Flavio Lazzarin (bateria).

“Lenin” é uma criação teatral do Nucleozonaautônoma. Interpretada por Talita Araújo e Marcio Castro, a peça é baseada no conto de mesmo nome de Jairo Costa (Editora Estranhos Atratores).

Serviço:

Giallos Lenin

25 de novembro

Comedoria do Sesc Pompeia | Rua Clélia, 93 | São Paulo (SP)

Ingressos: R$6 (credencial plena) | R$10 (meia) | R$20 (inteira)

Vendas online pelo site do Sesc a partir de 16/11 às 17h30

Vendas nas unidades do Sesc a partir de 17/11 às 17h30

Horário: 21h30 (pontualmente)

Conheça:

Giallos

Nucleozonaautônoma

Editora Estranhos Atratores

Transfusão Noise Records

leia mais
Distúrbio FemininoProdução Cultural

1º Distúrbio Feminino Fest

df-fest-poster

Há um ano, o Distúrbio Feminino foi pra rua e realizou a primeira edição do festival de música e artes. No palco da Praça do Ouvidor, ao lado da Sé, as bandas BBGG, La Burca, Fronte Violeta e Travelling Wave fizeram shows para uma plateia eclética, de transeuntes, curiosxs e amigxs. As grafiteiras Mariana Pavanelli, Mathiza Passos, Negahamburguer e Pankill, todas do Coletivo Efêmmera, estiveram por lá para um live painting feminista também. As minas da frente Chega de Assédio montaram brechó ao ar livre e uma galerinha colou pra vender comidas e bebidas.

fest1

fest2

BBGG

fest3

La Burca

fest4

Chega de Assédio

fest5

Negahamburguer

fest6

Fronte Violeta

fest7

Travelling Wave

fest8

Mathiza e Pankill

leia mais
Produção CulturalSuper Novas

Patife Band retorna ao ABCD paulista após mais de uma década sem shows pela região

mkl-e-patife

Patife Band, inclassificável e longeva banda dos anos 80, está na ativa e acaba de acertar uma apresentação em Santo André para o dia 24 de setembro. O quarteto é atualmente formado por Paulo Barnabé (fundador e líder do grupo desde 1983) no vocal e percussão, Fábio Gouvea (guitarra), Felipe Brizola (baixo) e Paulo Mello (bateria).

Nos últimos anos, a Patife tem se reunido para shows esporádicos pela capital paulista e interior paraense, sendo sensação para todas as idades e mostrando o vigor criativo que tornou a banda renomada no país e exterior como parte da Vanguarda Paulista – período de experimentações e novas linguagens, indo das ideias eruditas à música brasileira, punk rock e o dodecafonismo (esta, talvez, a grande sacada do estilo único inventado pelos irmãos Barnabé, Paulo e Arrigo).

Referência para as gerações dos anos 80, 90, 2000 e 2010, a Patife Band inspira artistas e fãs até hoje e, no palco, não deixa a desejar: manda todos os clássicos de sua discografia e não poupa fôlego para fazer do show um verdadeiro espetáculo.

patife-corredor-polones

O clássico álbum Corredor Polonês, lançado em 1987

A volta à região do ABCD paulista acontece na casa 74Club, em Santo André. Empolgados com a ideia de se apresentar ao público andreense depois de tantos anos, o show vai satisfazer quem espera por este retorno há tempos.

Na mesma noite, o quinteto paulistano Emicaeli também se apresenta e mostra o novo trabalho, POPS, na íntegra. O álbum, quinto na discografia, marca os 20 anos da banda, fundada em outubro de 1996. Emicaeli é uma aposta no wave para fãs de stoner e carrega bastante da herança da própria Patife: arranjos assimétricos, métricas improváveis e escalas maiores. O disco inédito deve sair nas próximas semanas mas tem sido tocado ao vivo nos últimos shows da banda.

emicaeli-foto-divulgacao

Emicaeli (Foto: Divulgação)

Patife Band e Emicaeli já dividiram o palco em outras ocasiões e o show em Santo André é um dos mais aguardados por ambos.

A festa é acompanhada de discotecagem da casa, sempre eclética e tinindo, drinks especiais e comidas artesanais da Bread Flag.

mkl-e-patife

Serviço:

Patife Band e Emicaeli

24 de setembro

74 Club

Rua Itobí, 325 | Santo André – SP

A partir das 19h

R$20 (dinheiro/débito)

leia mais
Distúrbio FemininoProdução CulturalSuper Novas

SP na Rua! Coletivos se unem para o Mês da Cultura Independente na capital

spnarua_low

A cidade de São Paulo comemora setembro como o Mês da Cultura Independente. Promovida pela Secretaria de Cultura do Estado, a proposta tem diversas atividades gratuitas que acontecem em espaços públicos em pontos estratégicos pelo centro e arredores.

Em 2016, o único palco com programação de shows é o organizado pelos coletivos Distúrbio Feminino, Tsunami e Estúdio Lâmina. Juntos, eles promovem 8h de atividades gratuitas e apresentam atrações que vão do funk de Mc Linn da Quebrada à cacofonia polifônica da Patife Band, seminal banda de rock experimental dos anos 80.

O palco deve ser montado próximo ao Coreto da Bovespa, na Avenida Floriano Peixoto, e as atividades começam às 22h do sábado (10), seguindo até às 6h do domingo (11).

Confira a programação completa:

Mona e Os Outros Mares
Augusto Oliveira + Mc Linn
Nicolas não tem banda
Readymades
Danger City
Emicaeli
Patife Band
Crise
Bloodbuzz
Sheila Cretina

Realização:
Tsunami Coletivo
Distúrbio Feminino
Estúdio Lâmina
MCI – Mês da Cultura Independente
Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo

spnarua_low

Arte por Pedro Gesualdi

 

 

leia mais
Produção CulturalSuper Novas

Dia da Independência tem programação gratuita de rock autoral na Praça Vitor Civita

14115608_1389210104427844_9045317973580654241_o

7 de setembro, historicamente conhecido como o dia do grito de Dom Pedro pela independência do Brasil, tem comemoração igualmente independente no palco da Praça Vitor Civita, em São Paulo.

Durante o feriado, quatro bandas se apresentam no evento Avalanche Coletiva, ação dos coletivos paulistas Tsunami, Rock Ex Machina, Tendal Independente e Voz do Underground.

O evento traz ao palco Emicaeli, Blues Drive Monster, Krokodil e Ataque Fatal, e tem discotecagem em vinil nos intervalos com a galera do Arteria. Os grupos tocam, entre outros estilos, punk rock, hardcore, stoner, grunge, math-rock, no wave e noise. Já os coletivos, além de convidarem as bandas, organizam a produção, esquema de som e divulgação do Avalanche.

Avalanche coletiva tem apoio da Subprefeitura de Pinheiros e da D’Outro Lado.

14115608_1389210104427844_9045317973580654241_o

Serviço:

Avalanche Coletiva

Shows: Emicaeli, Blues Drive Monster, Krokodil e Ataque Fatal | Discotecagem: Arteria

7 de setembro

Praça Vitor Civita | Rua Sumidouro, 580 | Pinheiros | São Paulo – SP

Das 14h às 20h

Gratuito

 

leia mais
Produção CulturalSuper Novas

Simoom é o novo EP do Travelling Wave – show de estreia neste sábado (27/8) no Festival TrêspraUm

tw 1

Provavelmente um dos grupos mais preparados do interior paulista, o quarteto Travelling Wave (Piracicaba) volta à capital São Paulo para estrear seu novo trabalho, um EP de quatro faixas chamado Simoom.

O lançamento não deve nada à (já excelente) discografia da banda. O EP tem ambiência espacial, um eco reverberando no fundo do ouvido quando escutado de fone, um leve desespero existencial. Refrões explodem, guitarras gritam alto, a pegada reta da bateria dá o tom: um algo mântrico e contínuo.

Calcado em noise rock e psych, Travelling Wave mais uma vez mostra a força dos sintetizadores e da dissonância para construir climas soturnos, trilha perfeita para quem procura por um bom deathrock ou por um xamã. Uma pira sensorial, os vinte minutos do EP somam o tempo redondo entre a ingestão, a euforia e o transe das poderosas viagens psicotrópicas. Simoom tem entrega metafísica, uma experiência tântrica dos corpos terrenos com a música.

O novo lançamento do Travelling Wave será tocado na íntegra durante o Festival TrêspraUm de agosto na Associação Cultural Cecília. A festa também recebe as bandas chilenas The Mugris e A Full Cosmic Sound, ambas viagens cósmicas sonorizadas de percepção elevada.

Junto às bandas, tem discotecagem importada de Santo André, com Claudio Cox (do trio Giallos) mandando improváveis sets, do rock obscuro à música romântica, quiçá. Na cozinha, o cardápio é da Hamburgueria Da Casa, recém-inaugurada e com diferentes opões de lanches de carne, vegetarianos e acompanhamentos.

tw

O EP Simoom terá pré-lançamento durante esta semana e poderá ser ouvido nas plataformas de streaming do Travelling Wave. As faixas são: “In a Dream”, “Lotus”, “Wind May” e “The Unseen”. Na sequência, a banda vai para a Argentina e Chile numa turnê bem arquitetada e recheada de shows e compromissos.

Descubra:

Travelling Wave: www.travellingwave.bandcamp.com

The Mugris: www.soundcloud.com/themugris

A Full Cosmic Sound: www.afullcosmicsound.bandcamp.com

Serviço:

Festival TrêspraUm

Travelling Wave (Piracicaba) + The Mugris (Chile) e A Full Cosmic Sound (Chile)

Associação Cultural Cecília

Rua Vitorino Carmilo, 449

Santa Cecília – SP (metrô Marechal Deodoro)

A partir das 18h | Shows a partir das 19h

R$15 (dinheiro/débito)

Link do evento: www.facebook.com/events/1226167457407241

leia mais
Distúrbio FemininoProdução CulturalSuper Novas

2º Distúrbio Feminino Fest

12039177_873963256051116_1170097776450115116_n

A segunda edição do festival do Distúrbio Feminino vem do jeito que a gente gosta: bandas incríveis, mulheres classudas, empoderadas e que fazem o que querem!

Os amps vão estar no talo pra receber as grrrls:

16h30: Letty em sua primeira apresentação em SP com banda nova e completa!!! Garage punk getcrazy com o delineador bem feitinho! www.letty.bandcamp.com

18h30: Bertha Lutz comemora 10 anos de riotagem com várias novidades! De BH a SP, trazendo muitas histórias e HC!!! www.facebook.com/bertha.lutz.9

19h30: Reunião extra-ordinária das Framboesas Radioativas para viajar nas linhas (post)punk nonsense criadas pelas mentes inquietas de duas Marinas e uma Amanda. www.framboesasradioativas.bandcamp.com

20h30: Trash No Star trazendo pra SP o que o RJ tem de melhor em termos de Girls Go To Mars Become Rockstars! Punk/Riot Grrrl pra divertir e fortalecer!!! www.trashnostar.bandcamp.com

As picapes vão pegar fogo com sons selecionados a dedo pelas minas do Feminine Hi-Fi, festa que agrega as mulheres do soundsystem paulistano! Reggae, dub, ska, rocksteady e quetais em vinil, direto da coleção (e do coração) dessas ladykillers!

Tem fala da Bah Lutz (vocalista do Bertha Lutz) sobre o trabalho ‘Riot Grrrl Brasil: memória, registro e afeto’, considerado um dos primeiros livros produzidos e voltados para o movimento em território nacional. Bárbara é a pesquisadora e autora, e traz em detalhes como foi a construção da obra, feita de maneira colaborativa com depoimentos de várias minas pelo país.

Nas paredes, a queda do patriarcado retratada com deformidade e asco na expo de pinturas “Identidade”, de Priscilla Fernandes.

Espalhadas pela casa, banquinhas com materiais diversos e rangos finíssimos completam a festa. Livros, zines, discos, bonecos, joias, bordados feministas e uma variedade de trampos incríveis – tudo feito por garotas!!!

¡¡¡TODO o catálogo do selo carioca Efusiva com zines, cds, artes, adesivos e diy feminino de montão!!!
¡¡¡Bonecos supermegafofos para quem adora memorabilia cult pelaVoodoo de-coração!!!
¡¡¡Garimpo e achados raros de joias da L’oiseau Acessórios Vintage!!!
¡¡¡Bordados para a riotêra que existe dentro de cada uma com as peças lindas do Open Eye Collective!!!
¡¡¡Livros e roupas da Clara Averbuck, do Lugar de Mulher!!!
¡¡¡Girls Rock Camp Brasil com bazar beneficente ao acampamento de 2017 com camisetas, bolsas e docinhos!!!

Na cozinha, experimentos do Bread Flag, feitos por Aline Soliani, são a larica perfeita. O cardápio tem lanches, empanadas e chilli (tradicionais e veganos) artesanais e com preços entre R$8 e R$25.

Isso tudo + vc = incrível!
Empodere a si e a todxs.
Venha somar ♥

Arte por Framboesas Radioativas

13518133_10208132769216052_1942879300_o

2º Distúrbio Feminino Fest
23 de julho
Associação Cultural Cecília
Rua Vitorino Carmilo, 449
Santa Cecília – SP (metrô Marechal Deodoro)
A partir das 15h
R$10 (dinheiro/débito)
Classificação livre

leia mais
1 2 3
Page 1 of 3