close
Distúrbio FemininoSuper Novas

Paula Cavalciuk tem clipe indicado ao UK Music Video Awards 2018

Paula Cavalciuk – Morte e Vida Uterina 2

Um ano após ser lançado, videoclipe “Morte e Vida Uterina”, de Paula Cavalciuk, acaba de receber indicação como melhor animação no UK Music Video Awards 2018, prêmio londrino que chega à décima edição este ano. A música faz parte do álbum de estreia da compositora, Morte & Vida, lançado em 2016.

Assinado por Daniel Bruson, o clipe é uma animação em stop-motion feita com minúcia e muita identidade. A combinação foi proposital para dar o tom cantado por Paula, uma dolorosa canção sobre as glórias e desafios de se descobrir mulher. Bruson, diretor de animação já premiado no Brasil, deu vida e música a objetos inanimados, compondo as cenas que desenrolam o desabrochar feminino.

A sensibilidade das cenas e da letra mostra que este trabalho pode ser entendido além da língua portuguesa, como comprovam as outras indicações internacionais já dadas ao vídeo, como no Motion Awards by Motionographer, Quirino Awards, ANNY – Animation Nights New York, 29th New Orleans Film Festival, Bang Awards, além de figurar nas seleções oficiais de exibição nos festivais Anima Mundi, Lugar de Mulher É no Cinema, Mostra 3M de Arte Digital e outros.

No UK Music Video Awards 2018, Paula concorre ao lado de U2, Father John Misty, Aphex Twin, Sigrid e Toto Bono Lokua. Os vencedores serão revelados na festa de premiação em Londres, no dia 25 de outubro.

Indicações e festivais:

Anima Mundi 2018 (Brasil)

Motion Awards by Motionographer 2018 (EUA)

Quirino Awards (Portugal)

ANNY – Animation Nights New York 2018 (EUA)

Flux Screening Series 2018 (EUA)

Lugar de Mulher É no Cinema 2018 (Brasil)

Bang Awards 2018 (Portugal)

Mostra 3M de Arte Digital 2017 (Brasil)

18º Goiânia Mostra de Curtas 2018 (Brasil)

29th New Orleans Film Festival 2018 (Estados Unidos)

Music Video Festival 2018 (Brasil)

UK Music Video Awards 2018 (Inglaterra)

 

Ficha técnica:

Letra e música: Paula Cavalciuk

Direção, animação, roteiro e montagem: Daniel Bruson

Argumento: Paula Cavalciuk e Daniel Bruson

Assistência de produção: Rafael Bruson Moretti

Produção executiva: Samantha Alves Silveira

Apoio institucional da Prefeitura Municipal de Sorocaba – Secretaria de Cultura, Lei nº 11.066/2015

 

Ouça Morte & Vida: Spotify | YouTube | Deezer | Apple Music

Siga Paula Cavalciuk: Instagram | Facebook

leia mais
Super Novas

Parada Poética ganha circuito nas bibliotecas municipais de São Paulo em agosto

Parada07

Renan Inquérito apresenta 10 edições de sarau premiado pelo Ministério da Cultura

A Parada Poética é um jogo de palavras contínuo, a começar pelo nome, sujeito à interpretações variadas, e pela proposta: ser um sarau poético e itinerante com microfone aberto ao público. Iniciada em 2013, a Parada Poética é idealizada e realizada pelo fotógrafo Marcio Salata e pelo rapper Renan Inquérito, que também está à frente do Inquérito, expressivo grupo na história do rap brasileiro, e reconhecido como grande letrista do gênero, além de professor e poeta.

A Parada mantém a poesia marginal em alta e convida o público a “maltratar a gramática e colocar a culpa na licença poética”, como os produtores gostam de enfatizar. Uma oportunidade para experimentar e explorar versos, a participação do público garante interação e surpresas, junto a declamações de Renan, autor dos livros “Poucas Palavras” (2011) e “Poesia pra encher a laje” (2016).  

Premiada em 2015 pelo Ministério da Cultura na categoria “Circulação e Difusão Literária”, a Parada Poética acontece mensalmente em Nova Odessa, cidade no interior de São Paulo, onde começou. Nesses 5 anos, o projeto já rodou por boa parte do país e também foi apresentado no exterior, em Portugal, Inglaterra, Argentina e Chile.

Em agosto, a Parada chega a São Paulo com 10 edições gratuitas passando por bibliotecas municipais da capital.

(Foto – Divulgação)

Agenda:

1/8 – Quarta-feira

10h | Biblioteca Brito Broca – Av. Mutinga, 1425 – Vila Pirituba

14h | Biblioteca Alvares de Azevedo – Praça Joaquim José da Nova, s/n – Vila Maria

2/8 – Quinta-feira

11h | Biblioteca Vicente Paulo Guimarães – R. Jaguar, 225 – Vila Curuçá Velha

14h |  Biblioteca Afonso Schmidt – Av. Elísio Teixeira Leite, 1470 – Vila Cruz das Almas

3/8 – Sexta-feira  

10h |  Biblioteca Pública Pedro Nava – R. Helena do Sacramento, 1000 – Mandaqui

14h |  Biblioteca Professor Arnaldo Magalhães Giácomo – R. Restinga, 136 – Tatuapé

4/8 – Sábado

11h | Biblioteca Gilberto Freyre – R. José Joaquim, 290 – Sapopemba

5/8 – Domingo

11h | Biblioteca Paulo Duarte – R. Arsênio Tavolieri, 45 – Jardim Oriental

7/8 – Terça-feira

15h |  Biblioteca Paulo Setúbal – Av. Renata, 163 – Vila Formosa

19h |  Biblioteca José Paulo Paes – Largo do Rosário, 20 – Penha de Franca

Evento no Facebook: aqui.

Sobre:

A Parada Poética quer difundir a literatura por meio da palavra falada, cantada, exposta, declamada, embalada e compartilhada. Com textos autorais e também de escritores consagrados, pretende-se inserir a plateia em uma experiência literária provocativa e libertária. Os contos e poemas da Parada Poética contribuem com a apresentação da literatura marginal contemporânea e dos saraus como instrumento capaz de auxiliar e ressignificar a literatura brasileira, as narrativas do cotidiano, bem como desmistificar o uso exclusivo da escrita apenas por detentores dos conhecimentos formais. Com a cultura Hip-Hop como aliada, bem como a literatura e o teatro como instrumentos de expressão, focamos o olhar sobre temas diversos que vão de saúde, educação e trânsito ao amor, convivência e o mundo moderno.

 

Mais: www.paradapoetica.com.br | www.facebook.com/paradapoeticaNO

Siga Inquérito: Facebook | Instagram | Twitter

leia mais
1 2 3 19
Page 1 of 19